Videomaker

Como Videomaker, atrelo o meu olhar mais cênico à linguagem do vídeo, trabalhando mais como multilinguagem e buscando transcender as barreiras da segmentação das artes e tornar tudo um só.

Meu interesse por video começou quando comecei a fotografar em 2010, onde consegui entender melhor que as duas áreas falam a mesma língua, mas se expressam e chegam no público de forma diferente.

Devido ao meu contato com o mundo das artes cênicas, meus trabalhos refletem essa experiência e tentam mostrar o que querem dizer como um espetáculo, independente se o vídeo é realmente de um, ou um promocional de uma marca de roupas ou um documentário. As pessoas estão alí para verem e se identificarem e muitas vezes com algo que nem elas sabiam que poderiam se identificar.